Vulcão em ilha do Havaí causa alerta vermelho

Vulcão Kilauea entra em erupção e atinge dezenas de casas no Havaí- 06/05/2018

O vulcão Kilauea, no Havaí, entrou em alerta vermelho de nível de erupção nesta quarta-feira, 16.

O alerta vermelho significa que "uma grande erupção vulcânica é iminente, está acontecendo ou se presume".

Embora a atividade do vulcão Kilauea permaneça "muito variável", "a qualquer momento pode voltar mais explosiva, aumentado a intensidade de produção de cinza e produzindo projéteis". Autoridades já ordenaram a retirada de quase 2 mil moradores do distrito de Puna, na Ilha Grande, que abriga cerca de 187 mil pessoas.

O vulcão situa-se no sudeste da Grande Ilha do Havai, onde vivem cerca de 185 mil pessoas.

Fontes de magma jorraram "bombas de lava" a mais de 30 metros de altura enquanto rocha derretida se espalhava na direção leste-sudeste rumo à rodovia costeira 137, informou o Observatório de Vulcões do Havaí. Acredita-se que mais fendas ainda deverão se abrir.

Além das cinzas, outra preocupação aos moradores da região é o dióxido de enxofre, já que, segundo a USGS, o gás está saindo de 21 fissuras, ou rachaduras no solo, causadas pelo vulcão.

Desde que o vulcão Kilauea entrou em erupção também já foram registrados dezenas de tremores, incluindo alguns com magnitude acima de 5.

Por enquanto, cerca de 40 casas e construções ficaram destruídas pela passagem da lava incandescente, e os cientistas indicaram que se os níveis de lava continuarem caindo na cratera, provavelmente mais fissuras aparecerão no terreno e fluirão correntes de lava e fumaças tóxicas.

Notícias relacionadas: