Ação contra pedofilia cumpre mandados de buscas na Bahia e outros estados

Operação de combate à pornografia infantil cumpre mandados na região de Campinas

No estado de São Paulo, são cumpridos 166 mandados, no Rio de Janeiro são 65, e em Pernambuco são 13.

A Polícia Civil de Goiás desencadeou, na manhã desta quinta-feira (17), uma operação que tem por objetivo desarticular uma rede de pedófilos. A polícia informou que suspeitos estão sendo detidos, mas não disse quantos nem de quem se tratam. Ao todo, 2,6 mil policiais civis cumprem mais de 500 mandados de busca e apreensão de arquivos relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes na Operação Luz da Infância 2. A investigação, iniciada por uma força-tarefa do Ministério da Segurança Pública já dura quatro meses, período no qual a Polícia Civil instaurou os inquéritos e Judiciário expediu os mandados por meio da Central de Inquéritos de Teresina.

Os alvos foram identificados pela Dint/Senasp/MESP (Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública), com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

Na primeira edição da Operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Durante a apreensão desses matérias nos 24 estados brasileiros mais o Distrito Federal, foram identificadas e presas 112 pessoas que utilizavam estes equipamentos para produzir, guardar ou compartilhar conteúdos de pedofilia na internet.

O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos.

Notícias relacionadas: