Vitor Belfort é nocauteado por Machida com chute no queixo em despedida

Crédito Reprodução

Agradeço pelo carinho. Enquanto as entrevistas aconteciam no centro do octógono, no telão, surgia a imagem do pai de Lyoto Machida e mestre de caratê, Yoshizo Machida, na plateia, dando um abraço em Jovita Belfort, mãe do carioca, em atitude nobre e respeitosa. Todavia, após negociação por alguns minutos, a Comissão Atlética Brasileira (CABMMA) confirmou o combate entre as duas lutadoras. Durante todo o primeiro round, Machida apostou nos pisões frontais e chutes nas pernas, enquanto Belfort tinha rápidas explosões combinando cruzados. Ronaldo Jacaré e Kelvin Gastelum levaram o prêmio de luta da noite, que terminou com vitória do americano por decisão dividida dos juízes. Com gritos de 'Olé, olé, olé Vitor, Vitor', o público tentava empurrar o veterano.

O Brasil continua mantendo dois cinturões em casa. Em respeito ao rival, Lyoto se ajoelhou junto ao corpo de Vitor nocauteado (veja o vídeo abaixo). O nocaute sofrido por Belfort diante de Anderson Silva, em fevereiro de 2011.

Hoje encerra a carreira de um dos maiores nomes do MMA mundial, Vitor Belfort, como se diz na gíria dos lutadores, é da época que se lutava de mão pelada (sem luvas), Vitor já treinava MMA antes da criação das luvas de MMA, é um desbravador do esporte e se hoje o UFC vale bilhões de dólares, Vitor ajudou e muito a construir isso. Amanhã (domingo) é Dia das Mães, essas mulheres que nos fizeram e nos dão muito amor.

Hoje tive a felicidade de ser melhor do que ele. Michael Bisping, ainda estou esperando por você. Se você quiser se aposentar, lute comigo.

Notícias relacionadas: