PM e bandidos morrem durante assalto a ônibus que vinha para Brasília

Tentativa de assalto a ônibus deixa PM e dois criminosos mortos no DF

O Policial Militar Hernandes Rosa ocupava o posto de 3º sargento.

Ferido com dois disparos, o PM Hernandes José Rosa foi socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luziânia, mas não resistiu.

Durante a ação, um dos assaltantes percebeu que, entre os passageiros, havia um policial militar fardado, o que início a troca de tiros.

O militar morava em Catalão (GO) e era lotado no 25° BPM, no Núcleo Bandeirante. Um dos criminosos portava uma arma calibre 12 e o outro, uma.40. Um agente penitenciário, que também estava no ônibus, atirou contra os bandidos.

Dois passageiros foram baleados. Uma mulher foi alvejada no peito e foi socorrida em estado grave.

Em nota, a Real Expresso informou que está prestando assistência imediata aos passageiros que necessitarem de atendimento, "assim como oficializará um pedido junto às autoridades estaduais e federais para a melhoria da segurança das empresas operadoras de transporte que atuam no referido trecho".

"Dois indivíduos atiraram contra o ônibus, fizeram o ônibus parar". Os corpos foram recolhidos e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Formosa, que fica a 135 km de Luziânia, onde o crime ocorreu. Entre as vítimas estão um policial militar e dois criminosos.

Notícias relacionadas: