IBC-Br cai 0,74% em março de 2018

Alberto Ramos

O IBC-Br foi criado pelo BC para ser uma referência do comportamento da atividade econômica que sirva para orientar a política de controle da inflação pelo Comitê de Política Monetária (Copom), uma vez que o dado oficial do Produto Interno Bruto (PIB) é divulgado pelo IBGE com defasagem em torno de três meses.

Para chegar na retração de março - e, em consequência, nos números também contidos do trimestre - o IBC-Br ponderou o recuo da atividade industrial, a queda nas receitas dos serviços, as indicações dos levantamentos sistemáticos da produção agrícola e o avanço abaixo do esperado do varejo.

Confirmado esse número, ele diz que as chances de crescimento do PIB acima de 2,5 por cento no ano são muito pequenas, e que sua projeção deve ir a perto de 2 por cento.

"Não há muita expectativa de que o cenário seja revertido logo porque essas incertezas vão com a gente até as eleições", completou ele, destacando, entretanto, que um resultado eleitoral favorável pode liberar as contratações, investimentos e consumo represados agora, favorecendo o crescimento em 2019. O resultado de março ante fevereiro veio pior que a expectativa de analistas, que era de queda de 0,10%. Com a recuperação irregular da economia, os analistas de mercado consultados pelo Banco Central no boletim Focus vêm reduzindo suas projeções para o PIB deste ano a cada semana.

Com a retração do PIB no trimestre, a taxa de juros deve cair hoje de 6,5% para 6,25%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (16), pelo Banco Central.

O BC informou ainda o acúmulo do IBC-Br com alta de 0,86% no primeiro trimestre de 2018, ante o mesmo período do ano passado, pela série sem ajustes sazonais.

De acordo com o economista Alberto Ramos, os dados recentes sugerem que o momento para a economia enfraqueceu durante o primeiro trimestre de 2018 e os indicadores de sentimento para abril mostraram uma deterioração da confiança dos consumidores e das empresas.

A economia brasileira recuou no primeiro trimestre.

Notícias relacionadas: