Anastasia lança pré-candidatura ao governo de MG sem Alckmin e Aécio

Senador Antônio Anastasia é pré-candidato ao Governo de Minas Gerais. Aécio Neves não compareceu ao evento

O evento marcado no Hotel Pactual, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, reuniu cerca de 1,8 mil pessoas, entre militantes, prefeitos, vereadores e deputados. O que chamou mais a atenção no ato foi a ausência do senador Aécio Neves e do pré-candidato à presidência da República, Geraldo Alckmin, ambos tucanos.

"Não é segredo para ninguém que há dois PMDBs em Minas, o estadual foi oposição a Aécio e nos ajuda a governar Minas; mas o nacional foi todo golpista, votou em conjunto no golpe contra Dilma", complementou.

O senador e a irmã, Andrea Neves, considerada seu braço direito, são réus no Supremo Tribunal Federal (STF) em processo por corrupção passiva e obstrução de Justiça. Questionado pela imprensa sobre o assunto, Anastasia disse que "o senador Aécio decidirá a seu tempo e sua hora se é candidato ou não.Temos de aguardar e respeitar a sua decisão". "O importante agora é continuar conversando com os partidos", desconversou.

- Nessa campanha, terei a liderança, o comando delegado pelos partidos que estão apoiando a minha candidatura. Em 2010, Aécio deixou o cargo para disputar sua vaga no Senado Federal. Anastasia assumiu o cargo e, no mesmo ano, foi reeleito para o cargo.

Senador Antônio Anastasia (esq.) é pré-candidato ao Governo de Minas Gerais. Anastasia, por sua vez, também deixou o posto em 2014, para a disputar cadeira no Senado, seguindo os passos de Aécio. Disse que vai reorganizar as finanças públicas e investir em educação, saúde e segurança, com valorização dos servidores públicos.

Notícias relacionadas: