Gasolina chega a 5 reais no Rio — Preço do golpe

Picos tem a gasolina mais cara do Piauí, mostra levantamento

Os dois municípios que apresentaram maiores valores médios estão no Sul do Estado: Guarapari e Cachoeiro de Itapemirim, com R$ 4,47 e R$ 4,40, respectivamente.

Na 110 Norte, motoristas se dispuseram a enfrentar filas para abastecer a R$ 4,47.

Colatina, no Noroeste do Estado, registrou valor de R$ 4,38 na semana passada, dez centavos à frente do preço médio de Linhares (R$ 4,28).

No Rio de Janeiro, o combustível saiu de R$ 4,718 para R$ 4,722, em média, avanço de 0,08%. Na cidade, o valor médio do litro da gasolina bateu R$ 4,47 na última semana. Para encher um tanque de 45 litros a esse preço, o condutor terá de desembolsar R$ 201,15.

O preço médio do litro de gasolina no país ficou em R$ 4,257, ante R$ 4,225 na semana anterior.

O preço médio da gasolina voltou a subir na semana passada nos postos de todo o país, atingindo novas máximas no ano, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A política de preços adotada a partir de julho do ano passado pela Petrobras para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras se baseia no preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que os importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo, esclareceu a empresa.

Por outro lado, o etanol caiu pela 5ª semana seguida, de R$ 2,853 para R$ 2,802, um recuo de 1,79%. Já o litro do diesel passou de R$ 3,495 para R$ 3,551 na semana encerrada no dia 12 de maio, um aumento de 1,6% na semana. No ano, a queda acumulada chega a 3,78%.

Notícias relacionadas: