Aguirre elogia postura de Shaylon e vê empate como resultado valioso

Crédito Felipe Oliveira  Divulgação  ECBahia

O São Paulo vai a Salvador enfrentar o Bahia, neste domingo (13), com uma missão que tem se mostrado bastante difícil para o time desde o Campeonato Brasileiro do ano passado: vencer jogos fora de casa.

O resultado deixa o São Paulo com setes pontos ganhos na competição nacional. Não quero estar apenas invicto, quero também estar nas primeiras posições e isso ainda não está acontecendo - afirmou depois do empate por 2 a 2 com o Bahia. Contudo, a sequência sem perder não significa que a equipe esteja vencendo seus compromissos, o que está incomodando o técnico Diego Aguirre, que mostra aborrecimento com alguns erros do time. Um dia antes, a partir das 21 horas, os baianos visitarão o Palmeiras, no Allianz Parque.

O São Paulo começou melhor o jogo e conseguiu ter a maior posse de bola. Na frente, Tréllez substituiu o lesionado Diego Souza.

Mas um pênalti desnecessário mudou o cenário da partida aos 11 minutos. Hudson derrubou Zé Rafael dentro da área e Edigar Júnio, abriu o placar para a equipe mandante.

O gol deixou o jogo aberto, e o Bahia quase ampliou a vantagem pouco depois. O meia tirou do arqueiro, mas se atrapalhou com a bola e foi travado na hora do arremate.

O São Paulo chegou ao empate com Trellez, co uma bela assistência de Nenê.

O São Paulo, por sua vez, não desistiu de buscar o gol e seguiu pressionando o adversário, até que, aos 30, foi coroado.

Aos 38min, após desvio de Élber, Edigar Junio aproveitou uma falha de marcação do lateral são-paulino Reinaldo e chutou de primeira, no canto esquerdo de Sidão. Atento na jogada, o jogador do Tricolor de Aço se adiantou a Bruno Alves e mandou uma bomba no gol de Sidão.

Na volta para a segunda etapa, o São Paulo foi para cima do rival e ficou mais tempo no campo de ataque.

Colocou Régis no lugar de Militão, depois Valdívia na vaga de Lucas Fernandes, e por fim Shaylon entrou para a saída de Nenê. Uma das alterações funcionou nos acréscimos do confronto.

Perdendo a partida por 2 a 1 até os 47 minutos do segundo tempo, o Tricolor paulista chegou à igualdade graças ao meia Shaylon, que arriscou de fora da área e acertou o ângulo do goleiro Douglas.

"Informação publicada é informação pública".

Notícias relacionadas: