Time alemão orgulhoso de nunca ter caído é rebaixado

Torcedores do Hamburgo protestando contra o primeiro rebaixamento da história do time acenderam sinalizadores e jogaram no campo bombas de fumaça

O clube em que joga o meio-campista brasileiro Walace, ex-Grêmio, e que foi campeão olímpico com a Seleção Brasileira nos Jogos do Rio em 2016, ostentava em um mostrador digital no estádio o número de anos em que a equipe disputava a Bundesliga (Primeira Divisão do Campeonato Alemão): 54 anos.

Neste sábado, aconteceu a última rodada da Bundesliga, o Campeonato Alemão e com ela se definiu os últimos times que garantiram vaga na UEFA Champions League, Hoffenheim e Borussia Dortmund e a última equipe que seria rebaixada na competição, no caso o Hamburgo, fato que aconteceu pela primeira vez na história do clube e que revoltou parte dos torcedores presentes no estádio Volksparkstadion. Revoltada, uma parte da torcida, localizada atrás de um dos gols, causou confusão.

O árbitro esperou os ânimos se acalmarem para reiniciar o jogo, que durou, depois da confusão, menos de um minuto. Alguns jogadores choraram no campo.

O Hamburgo terminou a Bundesliga 2017/2018 na 17ª colocação com apenas 31 pontos em 34 partidas. A sorte não sorriu e outros times venceram, impedindo o Hamburgo de subir na tabela.

O Hamburgo foi fundado em 1887 como SC Germania. Naquelanaquela edição, o Bayern de Munique jogou a Segunda Divisão após ter sido rebaixado.

Clubes tradicionais de outras ligas fortes pelo mundo, como a Italiana e a Brasileira, já passaram pelo mesmo drama do alemão Hamburgo.

Seja sempre o primeiro a saber.

Notícias relacionadas: