Vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias crescem 26,4% em abril

Modelos urbanos tiveram aumento de 94,4% na produção

As exportações até abril foram de 4 mil unidades, o que representa elevação de 26,3% contra as 3,2 mil do ano passado.

Ao divulgar os dados nesta segunda-feira (7), o presidente da Anfavea, Antonio Megale, destacou o resultado como "o melhor abril desde 2015, e o melhor mês desde dezembro de 2015, o que significa que aos pouquinhos o número está voltando". Segundo ele, apesar do movimento positivo, o setor ainda não voltou à média de vendas dos últimos 10 anos no primeiro quadrimestre, de 951 mil unidades. "Ainda temos espaço para crescer, acho que gradualmente está vindo o resultado", declarou.

As exportações de automóveis registraram alta de 8,4% em abril, com a venda de 73.152 veículos.

"Só em abril, nosso recorde histórico, exportamos quase 19 mil carros, fora os motores", afirmou ele em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), onde participou da Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação). Foram emplacadas, no último mês, 6,2 mil unidades. Os pesquisadores fizeram uma comparação com os índices do ano passado e mostram otimismo para este ano. Já o mercado de caminhões teve um aumento ainda mais expressivo no Paraná.

As vendas no segmento de máquinas agrícolas e rodoviárias em abril cresceram 26,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o presidente da montadora para América do Sul e Brasil, Pablo Di Si, a Volks apresentou no primeiro quadrimestre do ano crescimento de 36% no mercado de automóveis e comerciais leves, ante a média geral de 20%.

Entre carros de passeio, utilitários leves como picapes e vans caminhões e ônibus, 217,3 mil veículos foram emplacados em abril, o que leva o total vendido nos quatro primeiros meses do ano para 762,9 mil unidades, uma alta de 21,3%. "O mercado melhorou muito em relação ao ano passado", garante. "No ano passado tivemos uma supersafra, com um bom nível de rentabilidade".

Em valores, as vendas externas de autoveículos somaram 1,39 bilhão de dólares em abril, crescimento de 38 por cento na comparação anual e expansão de 7,7 por cento frente a março. Enquanto no ano passado foram produzidos 450 mil motores, a previsão para este ano é que sejam fabricados 800 mil unidades.

A produção dessas máquinas, de 5,1 mil no mês passado, subiu 1,9% na comparação com abril de 2017. Na comparação com março, a produção caiu 0,4%, e nas vendas, houve alta de 4,9%. No ano passado, as fabricantes de veículos empregavam 126,5 mil pessoas, enquanto agora tem um quadro total de 131,7 mil funcionários.

Notícias relacionadas: