Janela quebra e avião da Southwest faz pouso de emergência nos EUA

Mais um avião da Southwest Airlines aterra de emergência por janela partida

O incidente duas semanas depois que outra aeronave da mesma companhia apresentou uma falha no motor que acabou por danificar uma das janelas, matando uma passageira.

Um avião de passageiros da Southwest Airlines que voava da cidade de Chicago para Newark, ambas nos Estados Unidos, teve que desviar de sua rota nesta quarta-feira (2), devido a um defeito em uma janela.

Nessa altura, a janela partiu por completo e houve relatos de que uma mulher chegou a ter metade do corpo fora do avião.

Em 17de abril, uma das peças do Boeing 737, também da Southwest Airlines, se soltou e quebrou uma janela, o que causou uma despressurização da cabine. O voo número 957 tinha partido de Chicago e foi obrigado a aterrar duas horas depois de ter iniciado viagem. Os 76 passageiros a bordo foram retirados do avião e encaminhados para outros voos.

De acordo com a companhia aérea, o avião estava a 26 mil pés de altitude e sobrevoava Lake Erie a uma velocidade de 827 quilómetros por hora quando "foi subitamente desviado", descreve o site Flight Aware.

"A aeronave foi retirada de serviço para revisão de manutenção e os nossos funcionários locais de Cleveland estão a trabalhar afincadamente para acomodar os 76 clientes num novo aeronave a avião para Newark", informou o porta-voz da companhia. Segundo a Southwest Airlines, o avião aterrou para "uma revisão de manutenção de uma das múltiplas camadas de um painel de janela".

Notícias relacionadas: