Morre o radialista Paulo Barboza

Radialista Paulo Barboza morre aos 73 anos em SP

Paulo Barbosa morreu nesta madrugada, ao 73 anos.

Usuário assíduo do Twitter, Paulo havia feito um post no início da noite de domingo (15) para celebrar a vitória do Corinthians, seu time do coração, na partida contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro. Com 59 anos de carreira, Barboza também comandou programas nas rádios Record, Globo, América, Tupi e Capital. De acordo com informações da família, o velório acontece às 9h no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica, na Grande São Paulo. A cremação acontecerá às 17h.

Também jornalista e publicitário, Paulo Roberto Machado Barboza morreu por volta da 0h30 devido a um infarto fulminante.

Barboza começou sua carreira na Rádio Imperial, em 1959, na cidade de Petrópolis, no rio de Janeiro.

Atualmente, Barboza trabalhava na Super Rádio, 1150 AM.

Na televisão, Paulo Barboza teve passagens pelo SBT e TV Record, além de presença constante no Troféu Imprensa.

Na manhã desta segunda-feira, o filho do radialista, Paulo Eugênio Barboza, concedeu uma entrevista, ao vivo, para o jornalístico São Paulo no Ar e exprimiu com exatidão o significado desta perda: "O rádio hoje está bem mais triste".

Notícias relacionadas: