STJ encaminha processo contra Beto Richa à Justiça Federal do Paraná

Beto Richa cai na vara do Moro

O Superior Tribunal de Justiça enviou à primeira instância da Justiça Federal do Paraná um processo contra o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), informa o G1.

Há ainda outro processo contra o tucano no STJ, mas está em segredo de Justiça.

O tucano, que deixou o Executivo do Estado para concorrer ao Senado, não teve a mesma sorte de Alckmin, cujo inquérito está com a Justiça Eleitoral.

A decisão da transferência partiu do ministro do Tribunal Herman Benjamin. No processo, Richa é acusado de suposto desvio de finalidade na aplicação verba federal de R$ 100 mil para reformar unidades de saúde entre 2006 e 2008 quando era prefeito de Curitiba.

Alckmin renunciou ao governo paulista no último sábado (7.abr) e também perdeu o direito ao foro privilegiado.

A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo (FTLJ-SP) havia pedido ao vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, que remetesse "o mais rápido possível" o inquérito sobre Alckmin. Porém, há possibilidade de compartilhamento de provas entre as investigações. O ex-governador de São Paulo, a exemplo de Richa, foi delatado por receber propina da Odebrecht.

Notícias relacionadas: