Santos bate Ceará no Pacaembu e estreia com vitória no Brasileirão

Fim da novela Ceará oficializa renovação com centroavante sensação Arthur até 2021

Pio (contra) e Rodrygo anotaram os gols que garantiram o triunfo santista. Ele cruzou para Gabriel, que não conseguiu desviar para as redes.

Arthur Cabral era a grande aposta do técnico Marcelo Chamusca no primeiro jogo do retorno à elite do nacional, mas passou em branco. Já o Ceará joga no domingo, em casa, contra o São Paulo. O início desta nova história, como o próprio técnico Marcelo Chamusca falou, começa neste sábado, às 21 horas no estádio do Pacaembu, em São Paulo, frente ao Santos. Gabigol, Cittadini e Lucas Veríssimo tiveram chances de abrir o placar antes de Dodô marcar.

Após cruzamento baixo pela direita, a bola cruzou toda a pequena área e Dodô completou mal. A bola subiu e, ao cair ao chão, o goleiro Éverson cortou em cima de Pio.

Os minutos iniciais da segunda etapa foram marcados exatamente como os últimos da primeira: com gol do Santos FC.

Se demorou a marcar na etapa inicial, o Santos praticamente definiu a sua vitória no seu primeiro lance de perigo no segundo tempo. Gabriel, o Gabigol, volta ao time do Peixe, que contará ainda com Eduardo Sasha e Rodrygo no ataque. Quinto gol do raio em 2018, o quarto no Pacaembu e o segundo de cabeça.

A partir daí, ficou fácil, embora o Santos não tenha ampliado o marcador. A bola passou perto do canto direito do goleiro do Ceará. Aos 24, Léo Cittadini recebeu cruzamento na área e cabeceou no contrapé de Éverson, mas mandou para fora.

Gols: Pio (contra), aos 41 minutos do 1º tempo; Rodrygo, aos quatro minutos do 2º tempo. O clube encerrou a novela e confirmou a renovação contratual do jovem atacante Arthur Cabral até 2021, com um considerável aumento no salário do atleta, passando dos R$ 2 mil que recebia, algo que um garoto da base recebe, para cerca de R$ 50 mil. O presidente do clube, Robinson de Castro, confirmou a renovação. Com Alison, Léo Cittadini e Jean Mota no meio, os santistas tiveram dificuldades no setor de criação e chegaram basicamente com a chegada dos laterais. O Peixe assumiu o controle do jogo desde os primeiros minutos, sofreu pouco na defesa e criou boas chances.

Everson; Pio, Luiz Otávio, Valdo e Rafael Carioca; Juninho, Naldo e Ricardinho; Wescley, Felipe Azevedo e Arthur.

ÁRBITRO - Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC).

São Paulo, SP, 14 (AFI) - O Santos ainda não empolgou na temporada 2018.

Notícias relacionadas: