Prefeitura pede transferência de Lula da superintendência da PF

“Nenhum outro privilégio foi concedido inclusive sem privilégios quanto a visitações aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal

A Procuradoria-Geral da Prefeitura de Curitiba pediu à Justiça Federal que Lula seja transferido da sede da PF em Curitiba para outro local, informa o G1 Paraná. Ela alega que a administração concedeu um espaço no Parque Aruba, próximo dali, entretanto, foi ignorada pelos envolvidos.

Por fim, a Prefeitura de Curitiba "requer-se a Vossa Excelência seja determinada a transferência do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cumprimento da pena em local seguro e adequado às circunstâncias do caso, restabelecendo-se a ordem, o direito de ir e vir e a segurança da população, por ser medida de justiça!" Em frente ao cordão de isolamento, os participantes realizam uma série de atividades políticas e culturais, que começam pela manhã e se encerram por volta das 20 horas.

"O Município de Curitiba já exauriu as providências administrativas e judiciais para o cumprimento da ordem judicial, mas não tem atribuição legal para o seu cumprimento, dependendo da Polícia Militar para tanto", afirma. "Há comprovados riscos à população que reside no entorno do prédio da PF, aos policiais federais e demais integrantes do sistema de segurança pública que moram nas imediações da sede da Polícia Federal, ao passo que alguns invasores, que já se instalaram com barracas, já estão promovendo ações no sentido de intimidar estas pessoas", diz a nota.

O ex-presidente Lula tomou nesta sexta-feira (13) seu primeiro banho de sol na prisão da Lava Jato. De acordo com a prefeitura, manifestações no local têm causado "transtorno aos moradores". Muitos participam das atividades do acampamento, prestigiam nossas cozinhas e espaços culturais. "Cerca de 80 pessoas da equipe de limpeza recolhem o lixo e fazem a limpeza todas as manhãs".

Por questões de segurança, segundo a PF, as visitas à Lula foram transferidas para esta quinta-feira (12), diferente dos outros presos da Polícia Federal, que recebem visitas às quartas-feiras.

Notícias relacionadas: