Apoiadores cercam carro de Lula e não o deixam sair de sindicato

Em discurso, Lula diz que vai se entregar à Polícia Federal

Luiz Inácio "Lula" da Silva saudou a multidão de apoiantes que está no exterior do edifício do sindicato, em São Bernado do Campo, perto de São Paulo, mas não fez qualquer declaração, desconhecendo-se ainda se pretende entregar-se as autoridades após a missa, como noticiam meios de comunicação social brasileiros.

Na porta da PF, vários manifestantes contrários e favoráveis à prisão do ex-presidente aguardavam a chegada do comboio e houve princípio de confusão entre os grupos.

A viagem do aeroporto de São Paulo para Curitiba deverá demorar cerca de 1 hora. E, de lá, parte em helicóptero e pousará no heliponto da Superintendência da Polícia Federal - é na Superintendência que ele cumprirá a prisão expedida pelo juiz Sérgio Moro. Sua cela é individual e tem 15 metros quadrados, banheiro privativo e chuveiro elétrico.

O último dia de liberdade do ex-presidente foi bastante atribulado até entrar no carro da PF, perto das 19h.

Aliados de Lula tentavam fazer com que o ex-presidente se entregasse na madrugada, de forma mais tranquila.

A prisão de Lula foi decretada com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), fixado em 2016, que autorizou a execução provisória da pena de condenados pela segunda instância da Justiça. A apresentação aconteceu mais de 24 horas após o prazo dado pelo juiz federal Sérgio Moro.

O ex-presidente Lula vai passar a noite deste sábado já na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde fará uma "refeição simples" no jantar, diz uma fonte da Polícia Federal à BBC Brasil.

A PF não informou até quando o atendimento será assim, mas destaca que os serviços não serão interrompidos.

Pela regra, ordens de prisão não são cumpridas à noite. Na sexta um novo pedido foi feito pelos advogados do ex-presidente, desta vez ao STF, e o habeas corpus também foi negado.

Os dias 6 e 7 de abril foram de grande esgotamento para a Polícia Federal.

Notícias relacionadas: