Uber chega à partilha de bicicletas eléctricas

Logo da Uber Technologies em sede da empresa em Nova York EUA
02/02/2017
REUTERS  Brendan McDermid

Agora, nesta segunda-feira (9), a controversa empresa de compartilhamento de caronas anunciou a aquisição da parceira, responsável por disponibilizar bicicletas elétricas e equipadas com GPS para o público.

A Jump Bikes oferece o serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas por aplicativo no modelo chamado "dockless", ou seja, os usuários não tem uma estação fixa onde retirar e entregar a bicicleta, eles podem deixá-la "em qualquer lugar" que o aplicativo se encarrega de travá-la e sinalizá-la para o próximo usuário interessado mais próximo. Cerca de 100 funcionários da empresa vão se juntar à Uber, disse uma porta-voz da companhia.

O Uber Bike by Jump estava em fase de testes na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, e o serviço próprio da Jump já atua em 12 cidades em todo o mundo. Dessa maneira, a aquisição foi um passo natural.

"Estamos empenhados em reunir vários modos de transporte através da aplicação da Uber - para que as pessoas possam escolher o caminho mais rápido ou o mais acessível para chegar ao seu destino, seja de Uber, de bicicleta, de metro, etc.", afirma o líder da Uber, Dara Khosrowshahi, citado na BBC News. Agora, o serviço da Jump será integrado às outras modalidades de transporte da Uber.

Além disso, a empresa que cresceu e se transformou numa gigante do setor de transporte quer chegar primeiro numa área com grande potencial de crescimento.

Notícias relacionadas: