Membros do MST fecham três rodovias na Bahia em protesto pró-Lula

Protesto do MST no Norte do Estado interdita a BR 101 entre Conceição da Barra e Pedro Canário

A recomendação da polícia, aos motoristas que necessitam viajar para aquela região nesta sexta-feira (6), é que deixem para sair da Capital somente após o almoço, já que pela experiência da corporação, manifestações desse tipo não costumam prosseguir durante a tarde. As ações ocorrem em protesto contra a decretação da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com a coordenação nacional do movimento, a ideia é bloquear 50 BRs em 24 estados.

Segundo a entidade, os protestos contra a prisão do ex-presidente Lula se espalham por 15 estados: Bahia, Sergipe, Pará, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Santa Catarina e Piauí. Hoje é Lula. Amanhã pode ser você!

"Não podemos nos calar, o Brasil inteiro pagará a pena se Lula for preso". As rodovias ficam próximas a assentamentos do MST.

Além do MST, outros movimentos sindicais também se articulam para demonstrar indignação pela determinação da prisão do petista, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O líder do MST afirma que os atos fazem parte de ações da Frente Brasil Popular.

Conforme a decisão de Moro, Lula tem até às 17h desta sexta-feira (6) para se apresentar em Curitiba à Polícia Federal. "A prisão de Lula é a coroação do golpe pelo Judiciário".

A ordem é acompanhar o ex-presidente com vigílias diante de seu apartamento, não só durante o julgamento, mas nos dias que o sucederem.

Notícias relacionadas: