Starbucks vende operação no Brasil

A Starbucks começou a operar no Brasil em 2006

Ele foi sócio da Laço Management, dona das operações de restaurantes como China in Box, Eataly, o Supermercado St. Marche e a hamburgueria Fifties. O valor da operação não foi revelado.

A rede de cafeterias Starbucks vendeu toda a operação no Brasil para a empresa de investimentos SouthRock, segundo o jornal Valor Econômico desta terça-feira (13).

A rede de cafeterias tem vendas anuais de cerca de R$ 250 milhões no país, apurou o Valor.

"Alavancando seu forte conhecimento de mercado local em imóveis comerciais, marketing e operações, a SouthRock planeja impulsionar o crescimento de longo prazo de forma a criar oportunidades para os clientes e parceiros da Starbucks, tanto nos mercados existentes como nos mercados futuros em todo o Brasil", informou a Starbucks.

A Starbucks chegou ao Brasil em 2006 e construiu uma rede com 113 unidades em 17 cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Com isso, a SouthRock passa a ter o direito exclusivo de operar e desenvolver as lojas da Starbucks no Brasil. Os acordos de licenciamento da Brazil Airport Restaurants incluem Starbucks e TGI Friday's, entre outras marcas internacionais.

Ricardo Rico diz que o sucesso da Starbucks na América Latina e no Caribe vem também da parceria de licenciamentos confiáveis locais e regionais para expandir o negócio. A venda da Starbucks para a SouthRock alinha a operação brasileira à dos outros países latino americanas, onde o modelo de licenciamento é usado.

Notícias relacionadas: