KondZilla e Netflix vão fazer série original

O empresário Konrad Dantas do canal Kondzilla

Contando com oito episódios, a série foi criada e dirigida por Kondzilla, Guilherme Quintella (Meu Amigo Hindu) e Felipe Braga (Trash: A Esperança Vem do Lixo). Totalmente inspirada na trajetória dele, a série explora a conexão da música, o tráfico de drogas e a religião em São Paulo.

Doni, Nando e Rita são os protagonistas que vivem juntos na mesma favela.

O diretor, produtor e roteirista é mais conhecido por seu trabalho com música e seu canal no Youtube é a maior plataforma musical do Brasil, sendo responsável por grandes sucessos do funk. A estreia está programada para acontecer em 2019.

A série, "Sintonia", será produzia por Losbragas, mas a direção e a criação é toda de Kondzilla.

"'Sintonia' é um projeto extremamente relevante, pois é focado em criar uma plataforma original para talentos das favelas do Brasil - como o KondZilla - poderem contar suas próprias histórias, de seus próprios pontos de vista", comentou a produtora Alice Braga. "'Sintonia' é uma narrativa em primeira pessoa e estou honrada em ficar ao lado dele enquanto conta sua história - da periferia do Brasil para o mundo", completou. Ele espera que, ao realizar o seu sonho, inspire outros jovens pobres brasileiros a não desistirem de seus sonhos. Depois de crescidos, trazem consigo suas experiências de infância para a vida adulta e percebem que, mesmo que tomem caminhos diferentes, não conseguirão levar uma vida tão distante de onde vieram. "Favela venceu!", diz KondZilla no comunicado enviado pela Netflix à imprensa nesta segunda.

Notícias relacionadas: