Fenprof: Professores "aceitam desafio" do Governo e fazem greve

Assembleia Geral no Clube do Sinte

O Governo voltou a apresentar esta segunda-feira aos sindicatos a mesma proposta que já tinha divulgado numa reunião negocial anterior, que apenas admite o descongelamento de dois anos e 10 meses de tempo de serviço aos docentes, que não desistem, por seu lado, de ver contabilizados os nove anos, quatro meses e dois dias congelados.

Estruturas sindicais acham "inaceitável" a postura governamental.

"É uma greve solidária, mas é mais do que isso porque há outros motivos", explicou Francisco Oliveira, reconhecendo que a recuperação do tempo de serviço é uma questão fundamental nesta paralisação, ainda que desde 13 de Dezembro de 2017, o SPM tenha um memorando com a secretaria regional da Educação em que é assumida a recuperação integral do tempo de serviço dos períodos de congelamento para efeitos de progressão na carreira.

"Dá ideia até de que o Governo o que faz hoje é lançar um desafio aos professores: 'vão lá fazer greve para eu ver se realmente estão insatisfeitos'. [.] É evidente que esta greve se mantém e daremos através desta greve um sinal muito forte ao Governo de que não aceitamos esta compressão do tempo que esteve congelado", disse.

Ainda segundo Paulina Almeida, o Governo se propôs a enviar a proposta para a Assembleia Legislativa nos próximos dias para quer não incida com o período eleitoral.

A presidente do Sinte disse que a proposta do governo não atende à necessidade dos professores.

Na reunião estiveram ainda a secretária de Estado Adjunta e da Educação (Alexandra Leitão), a secretária de Estado da Administração e do Emprego Público (Fátima Fonseca) e oito sindicatos mais pequenos da área educativa.

A greve dos professores do ensino básico e secundário teve início esta terça-feira, nos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém e Madeira.

15 de março (quinta-feira) - Região Centro, que integra Coimbra, Viseu, Aveiro, Leiria, Guarda e Castelo Branco. Greve começou hoje na Grande Lisboa e termina na sexta-feira na Região Norte do país.

Notícias relacionadas: