Novo medicamento para prevenção do AVC é aprovado pela Anvisa

Uma injeção a cada semestre já seria suficiente para frear o problema

Foi aprovado nesta terça-feira (06/02), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), um novo medicamento capaz de evitar a coagulação do sangue e, deste modo, previne condições como o Acidente Vascular Cerebral (AVC). O grave e criminoso problema foi identificado nos lotes 746EE, 747EE, 748EE, 190EE, 045AA, 191EE, 189EE, 985EE, 986EE, 987EE e 749EE.

A denúncia sobre a fraude foi levada à Anvisa pelo próprio fabricante do produto, o laboratório Pfizer. A Resolução 512, de 2018, da Anvisa, publicada na segunda (5), determina que sejam apreendidos e inutilizados todos os lotes falsificados. A fraude foi detectada pela Pfizer apenas nos produtos de 50 mg.

O remédio também é indicado em casos de tumores pancreáticos e carcinoma metastático de células renais.

O medicamento novo traz duas indicações terapêuticas específicas.

A companhia também divulgou que está à disposição das autoridades, pacientes e parceiros por meio do telefone: 0800- 7701-575.

Notícias relacionadas: