'Foi um arraso', diz Jojo Toddynho sobre vitória da Beija-Flor

Arrastões assustam turistas e moradores do Rio de Janeiro- MARCOS DE PAULA  Agência O Globo

Estou muito convite com o convite da Beija-Flor. Em seguida vieram Salgueiro, Portela, Mangueira e Mocidade.

A escola lembrou o romance da autora inglesa Mary Shelley e fez um paralelo entre os motivos que levaram à criação do monstro pelo Dr. Frankenstein e as origens dos problemas no País: ambição e ganância.

Pabllo Vittar e Jojo Todynho foram alguns dos destaques da noite, que desfilou pela Marquês do Sapucaí às 4 horas da madrugada, divulgando todos os encantos e a magia de uma das festas mais tradicionais do ano.

A União da Ilha diferenciou sua bateria "40 Graus" das demais com levada funk que levantou a arquibancada da Sapucaí. A paixão dos componentes e integrantes pela azul e branca de Madureira não contagiou as arquibancadas.

A dona do hit "Que Tiro Foi Esse?" ganhou os holofotes desde que participou do clipe "Vai Malandra", de Anitta, e foi destaque em um carro alegórico da escola de samba no desfile de segunda (12).

Se a política sobrou na avenida, faltou nos camarotes.

A Unidos da Tijuca abrirá os desfiles do segundo dia com o enredo "Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem". Além disso, a agremiação de Nilópolis também abriu a Avenida, já no fim do desfile, transformando a Sapucaí em um verdadeiro bloco de rua.

Entretanto, os políticos cariocas foram lembrados no desfile da Beija-Flor.

Até as duas horas desta terça-feira (13), 392 pessoas haviam buscado atendimento nos postos médicos do sambódromo.

Notícias relacionadas: