Facebook vai perder 2 milhões de jovens neste ano, diz estudo

Facebook- Karen Bleier  AFP

Uma indicação do declínio da rede social entre os mais jovens é que, pela primeira vez, o número de americanos entre 12 e 17 anos que acessa o Facebook ao menos uma vez por mês ficará abaixo da metade, segundo a pesquisa.

Segundo a consultoria, os usuários mais jovens estão migrando para o Instagram, que pertence ao Facebook, e o Snapchat.

Os chamados utilizadores activos mensais são uma métrica importante para o Facebook, que tinha em Dezembro 2130 milhões destes utilizadores, mais 14% do que no final de 2016. Já o número de utilizadores entre os 12 e os 24 anos deverá descer perto de 6%.

No Reino Unido, segundo estimativas da mesma analista citadas pelo jornal The Guardian, o número de utilizadores entre os 12 e os 24 anos cairá 12% este ano.

A queda do Facebook entre os mais novos será uma continuação do que já ocorreu em 2017.

Contactado pelo PÚBLICO, o Facebook disse não ter nenhum comentário sobre o relatório. Alguns estão a migrar para outras plataformas, entre as quais o Instagram, uma aplicação focada em partilha de fotografias, que é também do Facebook (a empresa é ainda dona da aplicação de mensagens WhatsApp). Em relação aos usuários com idade entre 12 e 24 anos, o Snapchat também deve sair na vantagem.

- O Snapchat pode eventualmente experimentar mais crescimento em grupos mais velhos, já que está redesenhando sua plataforma para ser mais fácil de usar. A questão é saber se os jovens vão achar o Snapchat legal se seus pais e avós estiverem lá no Snapachat.

A idade mínima para criar uma conta no Facebook é de 13 anos, mas não é raro que adolescentes e crianças burlem essa regra.

Notícias relacionadas: