Grave acidente com ônibus no Barreiro deixa ao menos cinco mortos

Renato Amaral

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista e quatro passageiras morreram no local.

Entre os mortos no acidente está o motorista, Márcio João de Carvalho, e outras quarto mulheres ainda não identificadas.

Um ônibus da linha 305 (Estação Diamante/Mangueiras) ficou desgovernado na Rua José Luiz Raso e desceu quase 500 metros sem controle até que subiu em uma calçada e praticamente decolou sobre um córrego, parando sobre o curso d'água com a frente do coletivo apoiada no muro de arrimo do outro lado do canal. As causas do acidente serão investigadas.

Andréia e outros populares socorreram as vítimas até a chegada do resgate.

Motoristas e cobradores do transporte coletivo da região foram até o local onde o colega se acidentou e morreu.

As primeiras informações dão conta que o motorista teria perdido o controle do veículo. Ela teve traumatismo craniano.

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) soltou um boletim em que confirma a entrada de nove feridos no João XXIII, dos quais três em estado grave.

Segundo o médico responsável pelo Samu, Alex Sander Telles, duas vítimas tiveram de ser entubadas no próprio local. Fui ver e não acreditei que o ônibus tinha caído no córrego. Elas foram levadas para os hospitais do Barreiro, Odilon Behrens, Risoleta Neves e o Pronto Socorro João XXIII. Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Corpo de Bombeiros, Polícias Civil e Militar foram acionadas. Às 22h, seis ainda permaneciam no local.

Notícias relacionadas: