Centenas de sismos registados em S. Miguel

Centenas de sismos registados em S. Miguel

Ao início da manhã, o IPMA divulgou que tinham sido registados desde as 02h53 desta segunda-feira, cerca de 130 sismos de média magnitude, com valores entre 1,9 e 3,6 na escala de Richter.

"É uma falha que está a mexer e entrou em atividade".

No entanto, Miguel Mirando asseverou que, "apesar da persistência" desta crise sísmica, a sua energia e magnitude é reduzida, uma vez que resulta de uma deslocação lenta das placas tectónicas localizadas na região, resultando numa libertação de energia e consequente magnitude sísmica reduzida. "Pode ser que fique por aqui ou aguentar mais uns dias", adianta.

Devido à situação, o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda à população que mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas.

"A população não deve "acender fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás", deve observar se a casa sofreu danos graves e sair imediatamente se suspeitar que não oferece condições de segurança", refere. Caso tenha dúvidas sobre as instalações de gás, eletricidade e água deve desligá-los imediatamente.

Como exemplo, e de acordo com o IPMA, os sismos foram sentidos nas freguesias de Porto Formoso, Rabo de Peixe, Água do Alto e Furnas com magnitudes de 2,7, 3,0, 3,2, 3,2 e 3,1, respetivamente, entre as 03:06 e 04:05.

Entretanto, a Proteção Civil e Bombeiros dos Açores estão a acompanhar a situação e avançaram com algumas recomendações à população.

É também recomendado à população cuidados a ter com vidros partidos ou cabos de electricidade, a limpar imediatamente os produtos inflamáveis que se tenham derramado e a soltar os animais domésticos.

Por fim, também aconselharam as populações a manterem-se longe das praias por risco de tsunami, apesar de ainda não haver qualquer alerta nesse sentido.

Os pedidos de informação não revelaram alarme, "porque esta situação não é nova para os açorianos", afirma fonte da Proteção Civil citada pela agência Lusa e segundo a qual o serviço se encontra de prevenção e atento à situação.

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) adiantou em comunicado que desde as 23:47 horas (00:47 em Lisboa) de domingo registou-se um incremento significativo da atividade sísmica na parte central da ilha de S. Miguel, numa zona epicentral localizada entre o Vulcão do Fogo e o Sistema Vulcânico Fissural do Congro.

Notícias relacionadas: