Cruzeiro enfrenta Caldense com alterações na zaga e no meio de campo

Vagner Silva  Light Press  Cruzeiro

Depois do 2 a 0 diante do Tupi, que marcou a reestreia de Fred com a camisa celeste, o Cruzeiro tem como objetivo a vitória agora longe de seus domínios para continuar bem dentro do campeonato e evitar complicações ao longo da competição.

"Não se trata de avaliação e nem de teste". Se trata de colocar a equipe que está melhor sempre para o jogo seguinte. Como não temos um condicionamento ideal, lógico que a recuperação é um pouco mais demorada. "Você não tem a condição para todos os jogadores para manter o mesmo nível de competitividade nesses primeiros jogos", avaliou o treinador.

Os jogadores do Cruzeiro atribuíram o empate de ontem à qualidade do adversário e também à irregularidade do gramado do estádio Ronaldo Junqueiro, em Poços de Caldas. Com quatro pontos conquistados, a Raposa espera a definição da rodada, neste domingo, para saber qual posição ocupará na tabela de classificação.

O treinador comandou uma atividade em campo reduzido na Toca II, mas sem mostrar uma possível formação titular.

Esta noite o time entra em campo com Manoel, na zaga, no lugar de Murilo e com Lucas Silva e Bruno Silva no meio de campo. Outros participaram de uma espécie de "minicoletivo" e foram distribuídos em duas equipes: Messidoro, Judivan, Rafael Sobis, Edílson, Victor Luiz, Rafael Marques, Marcelo Hermes, Mancuello, Dedé, Nonoca e Arthur.

Notícias relacionadas: