Treinador do Barcelona diz que Liga espanhola "não está decidida"

Cristiano Ronaldo ainda pode deixar o Real Madrid

O Barcelona lidera, seguido por Atlético de Madri e Valencia.

Os catalães lideram a Liga espanhola com 42 pontos, mais 11 do que os 'merengues', que ocupam a quarta posição e têm menos um jogo disputado. Cristiano Ronaldo, que era dúvida para o clássico deste sábado contra o Barcelona, treinou normalmente com o grupo e está confirmado para a partida. E o galês esteve muito perto de reduzir à entrada para os último dez minutos, mas o remate saiu fraco após um grande lance individual de Modric e Keylor Navas defendeu sem dificuldade.

Agora, e em vésperas de mais um Clássico, o El Mundo explica o que falhou nas ocasiões em que Messi foi tentado pelo Real, naquela que teria sido uma transferência capaz de mudar a história recente do futebol. Não fosse essa atitude numa operação relâmpago e Messi iria para o Real Madrid, que já tinha aberto as suas portas. Vale ressaltar que desde a final do Mundial de Clubes, contra a equipe brasileira do Grêmio, Cristiano Ronaldo não participou de nenhum treino realizado pelo elenco madrileño, o que deixa dúvidas sobre sua participação no "derby" do final de semana.

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Vermaelen e Jordi Alba; Busquets, Paulinho, Iniesta e Rakitic; Messi e Luis Suárez.

Com um jogador a menos, o Real Madrid viu o Barcelona passar a mandar no jogo com toques que percorriam todo o campo. Foi na volta da Supercop ada Espanha, e o português estava suspenso pela expulsão no Camp Nou. Pouco tempo depois, aos 18 minutos, Carvajal tira a bola em cima da linha do gol com a mão: pênalti.

Depois, já nos acréscimos, o craque argentino driblou Marcelo e tocou para trás para Aleix Vidal, que chutou por baixo de Navas e fez o terceiro.

Notícias relacionadas: