Armas e munição apreendidas com sargento do Exército são de origem estrangeira

Armas e munição apreendidas com sargento do Exército são de origem estrangeira

Dezenove fuzis (17 AR-15 e dois AK-47) foram apreendidos na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Itatiaia, no Sul do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, durante uma operação da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Quase todos os 19 fuzis e 41 pistolas, de acordo com a Polícia Civil, tiveram a numeração de série suprimida. Todo o material passará por exames técnicos da Polícia Civil com o objetivo de recuperar as numerações dos armamentos e rastreá-los. O material é avaliado em R$ 2,5 milhões e seria para abastecer o crime organizado do Rio.

De acordo com informações da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), o sargento dirigia um veículo Logan branco e estava fardado no momento da abordagem. O veículo, registrado em nome de Maciel, tinha placas clonadas de um veículo oficial do Exército. O carro era conduzido, segundo a polícia, pelo sargento Renato Borges Maciel, de 40 anos, lotado em Foz do Iguaçu, no Paraná. Segundo a polícia, o militar, que não teve o nome divulgado, tentou evitar a revista e alegou estar a serviço de um comandante.

Na ação, também foram apreendidas 41 pistolas de diversos calibres, 82 carregadores de pistola, 39 carregadores de fuzil, 54 tabletes de pasta base de cocaína e munição ainda não contabilizada. Na ocasião, o arsenal foi encontrado no fundo falso de um caminhão.

Notícias relacionadas: