Valor da Bitcoin cai abaixo de US$ 10.000

Gráfico BTC  USD da Bitfinex

Por volta das 18h40 (horário de Brasília), a criptomoeda havia recuperado parte das perdas e era cotada a US$ 10.692. Em cerca de quinze dias, a moeda saltou de US$ 9 mil para mais de US$ 20 mil, o que chamou atenção de muita gente pela falta de motivos que justificassem tamanha euforia. Antes do Natal, a moeda estava cotada em quase US$ 20 mil. Todas as criptomoedas estão sendo afetadas pela queda. Além do bitcoin, outras moedas também entraram em queda após o comunicado, como é o caso da Ethereum e Ripple. O Bixin, um serviço chinês de criptocarteiras (programas de computador que permitem receber e enviar criptomoedas como a bitcoin) avisou, na quarta-feira, que ia suspender operações devido a "incertezas sobre as políticas de regulação".

Estas medidas chegariam depois de Pequim ordenar no ano passado o encerramento das casas de câmbio de divisas digitais com sede no país, enquanto na Coreia do Sul o Governo está a actuar para controlar um mercado que se encontra sem regulamentação e que se caracteriza por uma extrema volatilidade.

A Coreia do Sul é um dos países do mundo com mais plataformas de intercâmbio de bitcoins, lembra a consultoria Capital Economics.

Conforme apontou o Portal do Bitcoin, as Altcoins foram mais prejudicadas ontem.

O bitcoin pode perder 50 por cento de seu valor em relação ao nível atual, em meio a temores de investidores de que autoridades regulatórias reprimam a negociação de moedas digitiais, afirmaram analistas do Citi, nesta quarta-feira. A moeda digital poderá cair para entre US$ 5.605 e US$ 5.673, com base em fatores técnicos.

Notícias relacionadas: