Veja o golo que dá vantagem ao Benfica ao intervalo em Braga

Divulgação

"Nos primeiros minutos estávamos a estudar o adversário".

Encarnados venceram este sábado o Sp. Braga por 3-1, com golos de Salvio, Jonas e Jiménez.

Se os minhotos não tiveram capacidade de resposta para a atitude afirmativa com que o Benfica abordou o jogo, a partir do golo de Salvio a equipa minhota passou a andar à deriva em campo, acusando nitidamente o golpe, sem discernimento para por um pouco de 'gelo' no jogo e recuperar quer do ponto de vista anímico quer tático. "Na segunda parte, depois do muito desgaste da primeira, custou-nos mais mas fizemos um grande trabalho".

Destaque ainda para uma jogada de perigo do Sporting de Braga, com Ricardo Horta a falhar a emenda a um cruzamento mesmo à frente da baliza de Varela. Dois minutos depois, Paulinho tentou o remate em arco, mas o esférico saiu muito por cima da baliza defendida por Varela.

Dez minutos depois, os donos da casa criaram esperanças após Paulinho diminuir o placar para o Braga. E contra a corrente atacante dos arsenalistas, o Benfica chega ao segundo golo. Os visitantes ampliaram aos 19 da segunda etapa, quando Jonas abriu a jogada para André Almeida na direita e correu para o meio da área para cabecear com estilo e fazer 2 a 0.

A verdade é que o Benfica continuou a mandar no jogo, apesar dos minhotos terem conseguido reorganizar-se a seguir ao intervalo, e o segundo golo, por Jonas, aos 64 minutos, foi o corolário desse ascendente. Mas Raúl Jiménez, que já tinha perdido chance cara a cara, acertou belo chute após cruzamento de Cervi e fechou o placar.

Notícias relacionadas: