Coreia do Norte quer levar música aos Jogos Olímpicos de Inverno

Coreia do Norte quer discutir envio de banda de música a Jogos Olímpicos

Chang se recusou a confirmar se a Coréia do Norte estava interessada em formar uma equipe conjunta, conforme proposto pela Coréia do Sul durante as negociações inovadoras da terça-feira passada.

A Coreia do Sul disse, através do seu Ministério de Unificação, que a Coreia do Norte propôs uma nova conversa sobre as perspectivas de enviar um grupo de dança para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Os governos da Coreia do Norte e da Coreia do Sul agendaram um encontro para o dia 15 de janeiro no Pavilhão Tongil, no lado norte-coreano da vila de Panmunjeom, na fronteira entre os dois países, informou a agência de notícias Yonhap.

Pyongyang se ofereceu para enviar quatro representantes artísticos, entre eles um diretor de orquestra, enquanto Seul planeja mandar uma delegação também de quatro membros, encabeçada pelo chefe do escritório de política cultural e artística do Ministério de Cultura, Lee Woo-sung.

A Coreia do Sul propôs ainda que as delegações dos dois países desfilem juntas na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de PyeongChang2018, que a Coreia do Sul organiza de 9 a 25 de Fevereiro.

A Coreia do Norte propôs hoje à Coreia do Sul um novo encontro na próxima segunda-feira, dia 15, para discutir o envio de uma banda de música aos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, que se realizam em Fevereiro.

Além do seu compromisso para facilitar a participação norte-coreana nos Jogos de Inverno, Norte e Sul se mostraram de acordo durante a última reunião em realizar conversas no plano militar, mas nenhuma data foi proposta por enquanto.

O anúncio da reunião ocorre um dia depois de Thomas Bach ter expressado a sua satisfação pelos gestos de aproximação protagonizados pelas duas Coreias, em particular pelas propostas para permitir a participação norte-coreana nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno.

Notícias relacionadas: