Seal 'recua' e garante que não quis atacar Oprah

Seal garante que a sua intenção não foi

"Mesmo tendo em conta as coisas acertadas que ela disse sobre as vítimas de assédio e abuso sexual, é sempre bom lembrar as ações antes das palavras e, verdade seja dita, as ações dela documentadas nestas fotos do seu passado recente não abonam muito a seu favor e não 'jogam' lá muito bem com as palavras que ela proferiu", adianta Maria Vieira, ao mesmo tempo que argumenta que " todo o mundo em Hollywood (ela incluída) sabia que o senhor das fotos - Harvey Weinstein - era um miserável e poderoso predador sexual", conclui. O cantor sugeriu abertamente que Oprah sabia que Weinstein maltratava mulheres: "Você sabia dos rumores, mas não tinha ideia de que ele assediava jovens atrizes, que, por sua vez, não sabiam no que estavam se metendo".

Na imagem era ainda possível ler: "Quando fazes parte do problema durante décadas, mas de repente todos pensam que és a solução".

Maria Vieira voltou a usar as redes sociais, desta vez para falar de Oprah Winfrey. Agora, o que eu repostei, não foi um ataque à Oprah. Ela apenas foi a pessoa fotografada com o porco (Harvey Weinstein). "O que eu republiquei foi um comentário à natureza e comportamento hipócrita de Hollywood".

Seal continuou o seu discurso, chamando a atenção para o movimento MeToo e para todas as pessoas acusadas de agredir sexualmente outras.

O meme, uma piada em duas imagens, insinua que a apresentadora sabia das acusações contra o produtor, mas preferiu manter o silêncio, aproveitando-se do caso para um discurso que a deixou no topo das preferências de muitos norte-americanos para a candidatura a presidente dos Estados Unidos.

Notícias relacionadas: