Ministro afirma que governo não venderá Embraer à Boeing

O ministro-chefe do gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sergio Etchegoyen, disse no início da tarde de hoje (12) que o governo não cederá o controle acionário da Embraer.

O presidente Michel Temer já tinha se posicionado contra a transferência de controle para a Boeing.

- Não sei que tipo de negócio a Embraer vai fazer com a Boeing.

"A essência é garantir o interesse nacional e a partir daí xenofobia não vale à pena porque de repente a gente perde o bonde da história".

Etchegoyen participou de uma reunião com representantes de mais três ministérios, Forças Armadas e cúpula da segurança pública do Rio de Janeiro. "E pode perder uma boa oportunidade", afirmou o ministro, sem dar detalhes da parceria.

Etchegoyen defendeu que o governo deveria garantir o controle da empresa, mas abrir brecha para uma associação com a norte-americana "naquilo que nos for conveniente e sintonizado com o interesse nacional".

O governo detém golden share na Embraer que garante poder de veto em decisões estratégicas da companhia.

Notícias relacionadas: