Jair Bolsonaro diz que usou auxílio-moradia para "comer gente"

Jair Bolsonaro diz que usou auxílio-moradia para

A reportagem da Folha revelou também que Bolsonaro recebe auxílio-moradia da Câmara dos Deputados, mesmo tendo imóvel próprio em Brasília. Eu vou morar numa mansão, não vou pagar segurança, não vou pagar IPTU, no meu eu pago, não vou pagar condomínio, no meu eu pago. Esquece meus filhos. Se o meu filho assaltar um banco agora ou ganhar na Mega Sena, é problema dele, não é meu - afirmou.

Para Bolsonaro, o uso do auxílio-moradia mesmo tendo 1 imóvel na capital não é errado. Ao ser questionado sobre o uso do benefício para pagar o apartamento, o deputado afirmou que estava solteiro à época e utilizou o dinheiro para "comer gente". A íntegra da entrevista está na Folha de São Paulo.

Apesar da remuneração, ela mora e trabalha vendendo açaí em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, nas proximidades da casa de veraneio do deputado federal. Segundo a Folha, o deputado e os filhos possuem atualmente 13 imóveis em áreas valorizadas do Rio de Janeiro e de Brasília.

O político respondeu ainda que havia cometido um "deslize" quando disse, em entrevista à TV Bandeirantes em 1999, que teria sonegado impostos. Na ocasião, o deputado havia falado que "tudo é possível". "Onde tem alguma instrução na Câmara que diz que quem tem imóvel em Brasília não pode receber auxílio-moradia?" Segurança particular, quem quer ter saúde, tem que colocar o filho em escola particular...educação. Quem quer ter saúde, precisa ter um plano. Na entrevista à Folha, ele se defendeu, definindo a afirmação como um "desabafo" em representação do povo. Hoje o povo, como um todo, só não sonega o que não pode, e é uma verdade isso daí. Eu nunca soneguei. Eu sonego...

Bolsonaro também disparou uma série de críticas à Folha e à imprensa. "Para vocês, interessa qualquer umpresidente da República, menos Jair Bolsonaro. Dinheiro não é para dar para vocês da imprensa desinformar, publicar mentiras ou meias verdades, o dinheiro público é para anteder à população, não para atender vocês", disse. "Sai fora que vocês não vão ter resposta nenhuma".

Notícias relacionadas: