Trabalhadores que recebem salário mínimo vão perder R$ 28,75 em 2018

Trabalhadores que recebem salário mínimo vão perder R$ 28,75 em 2018

Ele subiu 1,81%, menos que a taxa do INPC, que também corrige o mínimo. Os que ganham apenas um mínimo levaram 11,68%.

Os alimentos passaram de uma deflação (queda de preços) de 2,19% no terceiro trimestre para uma inflação de 0,45%, principalmente por causa das hortaliças e legumes, que passaram de uma deflação de 16,26% para uma inflação de 7,60%.

O reajuste de 1,8% no salário mínimo este ano foi menor que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) que é usado para balizar as altas do mínimo.

Esse é o menor reajuste do salário mínimo em 24 anos.

BRASÍLIA E SÃO PAULO - (Atualizada às 20h59) Os aposentados e pensionistas da Previdência Social que recebem mais que um salário mínimo terão o benefício reajustado em 2,07% neste ano, equivalente à alta do INPC em 2017. Mas diz não perder a fé. Por exemplo, um segurado que tenha recebido uma aposentadoria de R$ 2 mil no passado passará a receber R$ 2.041,40 este ano (2.000 X 1,0207). A portaria do Ministério da Fazenda com todos os valores será publicada hoje. O aumento dos benefícios depende apenas da correção do piso nacional (pois ninguém pode ganhar menos).

O governo informou que pretende efetuar essa compensação, de R$ 1,78, no reajuste de 2019.

A diferenção entre o INPC e o reajustado pelo governo equivale a R$ 1,78.

Já quem recebe benefícios no valor do salário mínimo, que passou para R$ 954 agora em 2018, terá reajuste menor: 1,81%. Analistas esperam que o novo formato de correção do salário mínimo, de 2020 em diante, seja um dos pontos debatidos na campanha eleitoral para a Presidência da República no ano que vem. Ao passo que o INPC acumulado em 2016 foi de 6,58%, o valor foi reajustado em 6,48%, representando uma perda de 0,10%.

Notícias relacionadas: