PJ desarticula grupo que pedia 100 mil euros para resolver problemas espirituais

A PJ de Ponta Delgada revelou ter detido quatro suspeitos que anunciavam ter solução para problemas espirituais a troco de 100 mil euros por caso.

Os suspeitos, dois homens e duas mulheres, de nacionalidade estrangeira, respondem pela acusação da prática repetida de crimes de burla qualificada.

O dinheiro serviria, alegadamente, para actos de benzedura e purificação, e seria posteriormente restituído.

Na posse desses valores e frustrando as expetativas das vítimas, abandonaram apressadamente o local e os Açores, lesando-as com gravidade nas suas esferas patrimoniais e deixando-as em situação económica difícil.

Das buscas e revistas efetuadas foi possível detetar a apreender, entre outros elementos probatórios, diversos objetos utilizados naquelas práticas supersticiosas, bem assim recuperar cerca de noventa mil euros em dinheiro e elevada quantidade de artigos em ouro e prata, produto da sua atividade ilícita.

Os detidos vão ser presente a juiz para aplicação de eventuais medidas de coação.

Notícias relacionadas: