Suposto racha mata 2 mulheres e fere 4 crianças na Imigrantes

Acidente na Imigrantes deixa dois mortos e seis feridos

Os motoristas dos dois veículos que se envolveram em um grave acidente que deixou duas mulheres mortas e seis pessoas feridas na Rodovia dos Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, estão com as carteiras de habilitação cassadas. O motorista da Ecosport, André Gonçalves, de 39 anos, sofreu fratura na coluna; e está na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas de São Bernardo do Campo.

Uma pessoa morreu e 31 ficaram gravemente feridas em um acidente envolvendo um ônibus de turismo e uma carreta na altura do km 345 da Rodovia Régis Bittencourt, no sentido Paraná, na altura da Serra do Cafezal, região de Miracatu, no Estado de São Paulo.

O empresário André Micheletti foi preso e levado para o 3º DP de São Bernardo do Campo, onde passou a noite. O condutor de um Camaro, que também participava do racha, fugiu após a batida. Segundo testemunhas, o veículo foi atingido pela Mercedes Benz, que estava em alta velocidade.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que houve suspeita de que o motorista tenha dormido ao volante e; por isso, bateu na traseira de uma carreta. Ele estava com duas pessoas no carro e ninguém se feriu.

De acordo com o capitão da PMR, Milton Yuki, a situação é uma das hipóteses, apesar das câmeras de monitoramento terem flagrado o Camaro quatro minutos à frente de Micheletti, que foi preso e responderá por lesão corporal culposa, homicídio culposo e por dirigir sem carteira.

Já o Ecosport, que transportava de maneira irregular oito pessoas - visto que o veículo tem capacidade para cinco -, pegou fogo após a colisão.

A feirante Juliana do Carmo Gamarra, de 40 anos, e Vitória Alves Furlaneto Gomes, de 21, não resistiram aos ferimentos. Ela era casada com o motorista da Ecosport. Um dos adultos também está sob observação, enquanto o outro teve traumatismo craniano e seu estado de saúde ainda é desconhecido.

Os dois homens e as crianças estão em hospitais da região em estado estável. Um outro menino, de 3 anos, fraturou o fêmur e será transferido para Hospital Selharia em Diadema. Para o local, foram direcionadas equipes de resgate da concessionária Autopista, além da PRF. A mais velha, de cinco anos, teve fraturas leves e está em estado de observação.

Notícias relacionadas: