FC Porto avança na Taça de Portugal

André André tomou o gosto do golo e bisou na partida

André André, aos 64 e 83 minutos, anotou os restantes golos da sua equipa, estabelecendo o 4-0 final.

Perante uma equipa minhota muito desfalcada (seis lesionados e outras tantas mexidas no onze, em relação à última partida), a veia goleadora dos portistas manteve-se.

A vitória dos azuis e brancos começou a desenhar-se logo aos 11 minutos, quando Aboubakar fez o primeiro através de uma grande penalidade, num lance de mão na bola na área vimaranense.

V. GUIMARÃES - Miguel Silva; Victor Garcia (João Aurélio, 75'), Moreno, Jubal e Konan; Rafael Miranda e Francisco Ramos; Rincón, Sturgeon (Kiko, 82') e Hélder Ferreira (Héldon, 62); Tallo.

Danilo, em novo remate ao poste, aos 25 minutos, após assistência de Ricardo Pereira, ainda ameaçou o segundo golo, numa iniciativa imitada, pouco depois, por Alex Telles e Aboubakar, mas com a mira menos calibrada. A vítima foi o Vitória de Guimarães, goleado no Estádio do Dragão, por 4-0. Aboubakar fez o 1-0, de penálti, ainda cedo (12'). Mas quando a turma da 'Cidade Berço' percorria esse caminho ascendente em termos de produtividade, acabou por sofrer novo revés. Tive a oportunidade de estar lá e penso que este clube merece estar no Jamor, em Maio.

A reta final foi feita num ritmo mais lento, mas suficiente para o FC Porto chegar ainda ao 4-0, num bis de André André, que marcou também na sequência de um canto.

Notícias relacionadas: