Messenger Kids: O messenger do Facebook para crianças

Facebook lança Messenger para crianças, com opções de controle parental

Para isso, os responsáveis podem controlar, em sua conta do Facebook, as pessoas com quem as crianças podem conversar.

Ele também escolhe se a criança pode ter conversas em vídeo ou enviar fotos e vídeos. Além disso, há efeitos de máscaras para chamadas e também GIFs, adesivos e ferramentas de desenhos selecionados para os pequeninos. Infelizmente, de momento esta aplicação está apenas na versão preview para iOS, mas deverá estar disponível para Android e para alguns dispositivos Kindle nos próximos meses. Ao criar uma conta no Messenger Kids não se está a criar uma conta na rede social, sendo apenas necessário o primeiro e último nome. Os contatos são adicionados pelos pais por meio da seção "Explorar". Contudo, no Messenger Kids, os pequenos terão um perfil especial, que não aparece nos mecanismos de busca do site normal.

Várias publicações online têm apresentado esta aposta do Facebook como uma forma de cativar o público mais novo a usar a rede social devido aos mais jovens estarem a optar por outros serviços como o Instagram (detido pelo Facebook) e o Snapchat (da Snap Inc.). Isso acontece porque, nos EUA, uma lei exige proteções adicionais para menores de idade na internet.

O fato de não reproduzir anúncios no Messenger Kids significa que o Facebook quase não coletará informação desses usuários. A ideia seria acostumar as crianças para que elas continuem usando a rede social até a idade em que poderão ver propagandas.

O Facebook afirmou também que, para segurança e privacidade das crianças, os dados não serão utilizados para publicidade e que não existirão compras dentro da aplicação.

O segundo motivo para a criação do Messenger Kids é estimular a futura geração a utilizar os produtos da empresa.

Tudo funciona de uma forma muito simples, sendo que o Messenger Kids é executado inteiramente através de uma conta do Facebook propriedade de um pai.

Notícias relacionadas: