Diretor do filme "Bohemian Rhapsody" desaparece e Fox suspende as gravações

Produção de filme sobre Freddie Mercury é suspensa por ausência do diretor

Segundo o HollywoodReporter, o diretor havia sido alertado pela CEO da FOX Film, Stacey Snider junto da presidente de produções do estúdio, Emma Watts, de que comportamento não profissional de sua parte não seria tolerado. O ator Rami Malek, que estrela como Freddie Mercury no filme reclamou ao estúdio sobre o não profissionalismo de Singer em nome do elenco. De acordo com o site, Tom Hollander, que interpreta o empresário do Queen, chegou a pedir demissão, mas foi persuadido a voltar para o projeto após o anúncio da saída de Singer. O diretor de fotografia, Thomas Newton Sigel, teve que intervir e dirigir o filme nos dias em que o diretor estava inesperadamente ausente.

Singer alegou estresse pós-traumático devido aos problemas durante as filmagens da cinebiografia. Ele também desapareceu por uns dias das filmagens de X-Men: Apocalipse e Superman.

Um novo diretor ainda precisa ser definido, faltando ainda duas semanas de filmagens para serem concluídas.

Imagem cortesia EW
Imagem cortesia EW

A trama narra a formação do grupo britânico em 1970 até a icônica apresentação no Live Aid em 1985. Malek já disse em entrevistas que vai cantar no filme, mas também vai ser parcialmente dublado por gravações de Mercury - afinal o cantor tinha uma voz incomparável.

Bohemian Rhapsody, da Fox, suspendeu a sua produção uma vez que o seu realizador está atualmente indisponível.

O título do filme é o mesmo de uma das canções mais famosas do Queen.

Notícias relacionadas: