Lula lidera intenção de voto em nova pesquisa; Bolsonaro está em 2º

Lula em Timon

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) ficam empatados na quarta posição, com 6 por cento. A opção "ninguém" tem 19% das intenções, e aqueles que não sabem afirmar em que candidato votariam, 46%.

O ex-presidente Lula, condenado em primeira instância pelo juiz federal Sérgio Moro, lidera em todos os cenários nos quais foi incluído, com intenções de voto que variam de 34 por cento a 37 por cento. O Datafolha também considerou como possíveis candidatos o ex-ministro Joaquim Barbosa, a deputada Manuela D'ávila (PCdo B), o ministro Henrique Meirelles (PSD) e outros potenciais concorrentes, que estão com índices mais baixos de intenção de votos. No primeiro cenário, que também não conta com Marina Silva, o ex-militar teria 21% das intenções de voto, seguido por Ciro Gomes, que aparece com 12%.

Os números que apontam uma hipotética liderança de Bolsonaro no primeiro turno caso Lula não possa se candidatar são similares em outros cenários sem o petista e com outros candidatos, como Marina Silva e João Dória (PSDB).

Lula é o vencedor de todos os cenários de segundo turno, e ainda ampliou a vantagem em quatro pontos percentuais com relação ao levantamento de setembro em disputas com Bolsonaro (51% a 33%), Alckmin (52% a 30%) e Marina (48% a 35%). Alckmin segue com 9%, empatado tecnicamente com Alvaro Dias (5%). Um possível substituto para Lula - que corre o risco de virar ficha suja nas próximas eleições por causa dos seus problemas com a Justiça -, o ex-prefeito Fernando Haddad, alcançou apenas 3% nesse cenário. Nas simulações sem Lula, o voto em branco ou nulo sobe bastante, de 12%-14% para de 25% a 30%.

A pesquisa foi divulgada pelo jornal "Folha de S. Paulo". Lula tem a preferência entre os mais pobres, menos escolarizados e moradores da região Nordeste.

A pesquisa conduziu 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. Já Bolsonaro é o preferido entre homens, jovens e com renda maior. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para cima ou para baixo.

A única saída para o Brasil é o Aeroporto internacional mais próximo. Deixe de ser trouxa e anule seu voto.

Notícias relacionadas: