Deputados russos aprovam lei que limita trabalho da mídia estrangeira

Deputados russos aprovam lei que limita trabalho da mídia estrangeira

A proposta de lei, em suposta retaliação aos Estados Unidos, foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pode conceder a Moscovo poder para designar como "agentes estrangeiros" todos os órgãos de comunicação social internacionais em atividade na Rússia, obrigando-os ainda a divulgar a origem do respetivo financiamento.

As agências de serviços secretos norte-americanas alegam que a RT serviu como ferramenta do Kremlin para interferir nas eleições presidenciais norte-americanas em novembro de 2016.

O Governo russo tem vindo a ser acusado de ingerência no processo eleitoral dos Estados Unidos.

Esta decisão da Duma foi a resposta à exigência da Secretaria da Justiça norte-americano em relação ao canal RT América - filial do canal televisivo russo RT - que se registrasse como "agente estrangeiro".

A nova lei russa tem ainda de passar pela câmara alta do parlamento russo e promulgada pelo Presidente russo, Vladimir Putin. Todavia, não apoiou totalmente este projeto de lei. A Rússia negou qualquer interferência.

Notícias relacionadas: