Show da Virada é marcado por estupro na plateia — Caso de polícia

As gravações do evento ocorreram no Estádio do Mineirão

O crime teve como vítima uma mulher de 21 anos, que foi abordada pelo suspeito enquanto ia ao banheiro, no intervalo dos shows.

Ainda segundo informações do boletim de ocorrência, enquanto tentava pedir ajuda a pessoas que estavam no local, a jovem ainda teve o celular furtado pelo suspeito. O agressor foi preso por guardas municipais após eles receberem denúncias do estupro e de furtos dentro do evento. Ela foi empurrada pelo homem para dentro do banheiro químico onde aconteceu o estupro. Entre elas, havia um homem com as mesmas descrições dadas pela vítima: rapaz de cor parda, de 1,60m de altura, com blusa branca e calça jeans, e com duas cicatrizes, uma na bochecha e outra na testa. Vanderley Lemos Quaresma foi levado pela polícia depois de ser acusado de estupro.

No setor Premium do "Show da Virada", reclamações de furtos também foram registradas e o suspeito foi localizado e preso após ser reconhecido por uma das vítimas. Com ele, foram encontrados seis celulares, que a polícia alegou serem produtos de furto. De acordo com a Guarda Municipal, ele tem extensa ficha criminal.

O suspeito foi detido pela Guarda Municipal e tem 16 passagens por furto, porte ilegal de armas, além de já ter sido preso por dois assassinatos e tentativa de homicídio. O caso será investigado. Mesmo que não exista a conjunção carnal, o criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de 6 a 10 anos.

Notícias relacionadas: