Parlamento rejeita julgamento do deputado Freddy Guevara — Venezuela

O deputado opositor Freddy Guevara

"O Governo do Chile informa que, há algumas horas, entrou na residência do embaixador do Chile na Venezuela o vice-presidente da Assembleia Nacional [parlamento], o deputado Freddy Guevara, que, em vista do que considera serem ameaças iminentes à sua segurança e integridade, solicitou a proteção do Chile", indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros chileno em comunicado.

Ao longo do dia de ontem, a Associated Press adiantava não haver sinais de atividade fora da sede diplomática do Chile em Caracas, localizada num bairro exclusivo de propriedades muradas.

"Acabamos de receber esta informação oficial, o Supremo Tribunal de Justiça decidiu remeter à Assembleia Constituinte o pedido de levantamento da imunidade do cidadão Freddy Guevara e a proibição da saída do país, por ter cometido vários delitos em flagrante", afirmou. O tribunal acusa-o de instigar a agitação e de outros crimes pelos protestos anti-governo que Guevara liderou ao longo dos últimos meses. A oposição venezuelana afirmou entretanto à comunicação social do país que as acusações contra Guevara são crimes inexistentes "inventados pela ditadura".

Uma das figuras mais destacadas da aposição ao presidente Nicolás Maduro, o deputado Freddy Guevara, vice-presidente do Parlamento da venezuelano, buscou refúgio na embaixada do Chile em Caracas neste domingo (5).

De acordo com a lei, cabe à Assembleia Nacional - controlada pela oposição - determinar se a imunidade é ou não levantada a um parlamentar, mas o Tribunal preferiu encaminhar o caso para a Assembleia Constituinte, dominada pelo governo de Nicolás Maduro e com poderes praticamente ilimitados.

O chamado "Grupo de Lima", formado por 12 países americanos, também lamentou a decisão do STJ contra Freddy Guevara, considerando que "constitui um novo atentado contra o Estado de Direito e para a separação de poderes na Venezuela", numa declaração emitida no sábado a partir da Guatemala.

Notícias relacionadas: