Seleccionador dos Estados Unidos demite-se

US Soccer

Bruce Arena entregou o cargo de treinador da seleção masculina de futebol dos Estados Unidos nesta sexta-feira por não ter conseguido classificar o time para a Copa do Mundo da Rússia do ano que vem. O treinador deixou um comunicado no site da confederação norte-americana explicando sua saída e citando a derrota sobre Trinidad e Tobago que deixou a equipe fora do Mundial da Rússia. Todos os envolvidos deram tudo o que tinham nos últimos onze meses e, no final, não foi o suficiente. Vou fazer o que for certo - comentou Arena ao jornal, analisando o jogo que culminou na não classificação de sua equipe - Concedemos dois gols bizarros, conseguimos diminuir o placar, tivemos tempo para empatar, tivemos nossas chances.

"Está é, provavelmente, a maior derrota da seleção dos EUA e questões devem ser feitas para que possamos melhorar".

Pela primeira vez fora da Copa do Mundo desde 1986, os Estados Unidos terão um novo técnico após fiasco nas últimas eliminatórias da Concacaf. Não há dúvidas de que o processo já começou e vamos continuar progredindo. "Como uma pessoa envolvida no esporte por mais de 40 anos, ver como o apoio para o futebol nos Estados Unidos cresceu é incrivelmente gratificante", disse Bruce Arena. Eu acho importante também reconhecer os grandes crescimentos e grandes conquistas em duas décadas em todas as áreas incluindo o desenvolvimento de jogadores, treinadores e a liga nacional (MLS).

Os Estados Unidos terminaram no quinto e penúltimo lugar do grupo, apenas à frente de Trindade e Tobago, tendo sido ultrapassados na derradeira ronda pelo Panamá, que terminou no terceiro lugar e ficou apurado para o Mundial, e as Honduras, quarta colocada, que terá ainda de disputar o play-off com a Austrália.

Notícias relacionadas: