Ônibus que tombou na BA levava crianças para passeio em parque aquático

Acidente com ônibus da Emtram deixa mortos e feridos, na saída de Piritiba, sentido Mundo Novo

Todos já foram socorridos, uns já passaram por cirurgias.

Já passaram por necropsia os corpos de Penélope Pimentel Lopes, 2, Vanessa Diamantino de Almeida, 16, Maria Ruthe Diamantino dos Santos Souza, 48, e Margarida Lopes Mascarenhas, 68. A quinta vítima também é uma mulher e está com a identidade ignorada.

Equipes foram deslocadas para a unidade do DPT de Jacobina e Itaberaba para auxiliar nos trabalhos. Todas as vítimas foram identificadas através das digitais. São 18 adultos e nove crianças, de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Pacientes que precisavam de cuidados na terapia intensiva pediátrica foram transferidos para o Hospital Geral do Estado (HGE) e Hospital do Subúrbio, em Salvador. A empresa informou que não faz essa linha e que o ônibus foi alugado pelos organizadores da excursão.

O secretário Antônio José destacou que a principal suspeita levantada pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) é de que o ônibus tenha tombado após a quebra da barra de direção. "Neste sentido, já deslocamos para o local do acidente 02 ambulâncias com equipes médicas para o apoio no socorro das vítimas". A pasta não informou o número total de feridos, mas disse que há sete em estado grave. Uma moradora de Itaberada, que pediu para não ser identificada, informou que a excursão era com destino a um parque aquático em Jacobina e que o ônibus transportava muitas mães com os filhos. Os feridos estão sendo levados para o Hospital Municipal Doutor Carlos Ayres em Piritiba e os Hospitais de Jacobina.

Por meio de comunicado oficial, a Prefeitura de Itaberaba informou que decretou luto oficial de três dias no município. Também em decorrência do acidente, o governador da Bahia, Rui Costa, cancelou a agenda que teria nesta quinta, em Itaberaba.

Notícias relacionadas: