Mais de mil bombeiros combatem incêndios neste final de semana em Portugal

Mais de mil bombeiros combatem incêndios neste final de semana em Portugal

Jaime Marta Soares condenou a "irresponsabilidade tremenda" da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), que mandou cortar meios no combate aos incêndios e deixou Portugal numa situação muito vulnerável.

O secretário de Estado da Administração Interna considerou hoje que o combate aos incêndios dos últimos dias não foi prejudicado com a redução de meios, que foi de 40 por cento em relação à época mais crítica.

"Não obstante o previsto na mencionada Directiva para esta fase, foram acrescidas entretanto 50 Equipas de Combate a Incêndios dos Corpos de Bombeiros, que entraram em funções no dia 1 de Outubro", lê-se na nota enviada às redacções.

Para a fase "Delta", que teve início a 1 de Outubro, os meios previstos são 5.518 operacionais, 1.307 veículos, 18 meios aéreos (três helicópteros ligeiros, oito helicópteros médios, três helicópteros pesados, dois aviões anfíbios médios e dois aviões anfíbios pesados), enumera o comunicado, sublinhando que, a estes meios, somaram-se mais 50 equipas de combate a incêndios.

"O Governo entendeu não prolongar a fase Charlie sendo que na fase Delta os meios no terreno são reduzidos".

"Os reforços da fase Delta terminam a 15 de outubro, mas não terminam dia 15 se o tempo continuar como está", salvaguardou.

"Sabendo que íamos ter quase um prolongamento do verão, com temperaturas altas, baixas taxas de humidade e ventos atípicos, o desejável era o prolongamento da fase Charlie, mas nada foi feito para prevenir o que veio a acontecer", sustentou o presidente da Liga de Bombeiros Portugueses (LGP), em declarações à TSF e ao Diário de Notícias.

A Proteção Civil explica que os meios foram planeados "com base no conhecimento do risco e das ocorrências dos anos anteriores e estrutura um dispositivo significativo para fazer face a incêndios florestais neste período".

O secretário de Estado garantiu que o sistema de combate a incêndios "está a preparado e a responder".

Notícias relacionadas: