Morre mais uma criança vítima da tragédia de Janaúba

Janaúba  Vigia ateia fogo e mata quatro crianças e uma professora em uma creche municipal de Janaúba norte Minas

Mais uma criança que sobreviveu ao ataque a creche Gente Inocente, em Janaúba, região Norte de Minas, recebeu alta médica na tarde deste domingo (8). Ela estava com queimaduras nas vias aéreas. Elas estavam internadas em estado grave na instituição.

O vigia Damião Soares, de 50 anos, ateou fogo nas vítimas e no próprio corpo. Ele ateou fogo em crianças e nele mesmo. Além dela, outras três crianças que permaneciam internadas não resistiram aos ferimentos do incêndio provocado pelo vigia Damião Soares dos Santos, e faleceram. 18 crianças que estavam no Hospital Fundajan, em Janaúba, deixaram o local.

- Elas estão saindo com uma folha com orientações, caso sinta algum sintoma estamos pedindo para retornar ao hospital. As crianças ficaram internadas em observação porque tiveram contato com a fumaça. Alguns apresentaram tosse leve. Todos estão indo bem pra casa - disse a jornalistas. Entre os feridos que seguem em hospital, 39 são crianças. A nona vítima da tragédia é a professora Helley de Abreu Batista, de 43 anos. Ela foi homenageada como uma verdadeira heroína.

No cortejo fúnebre desta sexta-feira, a professora Heley foi aclamada. Outros nove pacientes seguem internados na Santa Casa, entre os quais, duas adultas, de 23 anos e 51 anos, que respiram com ajuda de aparelhos. Ela teve 90% do corpo queimado e morreu na noite de quinta.

Notícias relacionadas: