Leonardo DaVinci poderá ser o autor da 'Mona Lisa Nua'

Musée du Louvre  Wikimedia Mona Lisa, por Leonardo Da Vinci

O esquisso de Mona Lisa nua estava desde 1862 numa coleção de arte renascentista no Museu Condé, no Castelo de Chantilly, a norte de França, reporta a BBC. Agora, uma dupla de especialistas em arte do Museu do Louvre, em Paris, acredita que o retrato é "pelo menos em parte" de Leonardo da Vinci e representa uma versão nua da célebre pintura Mona Lisa.

"O desenho tem uma qualidade na forma como o rosto e as mãos foram executados que é verdadeiramente notável". Estamos a olhar para algo que foi trabalhado em paralelo com a Mona Lisa, no final de vida de Leonardo.

"É quase certamente um trabalho preparatório para uma pintura a óleo", acrescentou, sugerindo que o desenho está intimamente ligado à Mona Lisa. Não é uma cópia pálida.

Os peritos apontam as muitas semelhanças entre a pintura de Mona Lisa e aquele desenho a carvão, nas mãos e no corpo, para além de serem retratos do mesmo tamanho.

'Monna Vanna', um desenho feito a carvão, tem sido sujeito a vários testes pelos curadores de arte do Louvre, que descartam a possibilidade de mera cópia.

O especialista do Louvre Bruno Mottin confirmou que o desenho é datado da virada século 15 e que seria de qualidade bastante refinada.

Museu Condé  Wikimedia Commons Monna Vanna ou a Mona Lisa nua
Museu Condé Wikimedia Commons Monna Vanna ou a Mona Lisa nua

Contudo, é necessária prudência antes de uma atribuição definitiva a Da Vinci, que morreu em França em 1519.

Ele afirma que as análises ainda levarão tempo para serem concluídas.

O especialista espera que a identidade do autor da Monna Vanna possa ser a tempo para uma exposição no Palácio de Chantilly que comemorará os 500 anos da morte de Da Vinci, em 2019.

Mais de 10 especialistas estudaram cuidadosamente o desenho nas últimas semanas, usando uma variedade de escâneres e outros métodos científicos.

Até agora, as primeiras análises permitiram determinar a data do desenho - entre 1485 e 1538 - um período temporal que abrange uma secção da vida do artista.

O desenho de Chantilly foi originalmente atribuído ao mestre toscano quando foi comprado pelo duque de Aumale, em 1862, por 7.000 francos, uma quantia substancial na época. "O sombreamento no alto do desenho, próximo à cabeça, foi feito por uma pessoa destra".

Notícias relacionadas: